Onde dá a Bola?

Artigo de Opinião

Quer escrever artigos de opinião? Contacte-nos aqui!.

Ranking Onde Bola 2017-2018 - jornada 10

Melhor Onze da jornada 10 da Liga NOS

Ranking Onde Bola 2017-2018 - jornada 10

Jornada 10 praticamente sem surpresas em termos de resultados. Talvez a goleada do Portimonense ao V. Setúbal por 5-2 seja o resultado mais estranho, apesar de a vitória ser perfeitamente natural. Em relação aos três grandes mantém-se o nível das equipas até aqui: SL Benfica a sofrer para ganhar em casa ao Feirense, Sporting com dificuldades para ganhar em Vila do Conde contra uma das melhores equipas do campeonato e o FC Porto a ganhar com relativa facilidade no estádio do Bessa onde por exemplo o SL Benfica perdeu. Vamos aos melhores onze.

Na baliza Rui Patrício do Sporting CP com uma exibição excelente, daquelas que dão pontos, com cinco defesas de grande nível. Esta pontuação revela bem as dificuldades que o Sporting teve para levar os três pontos de Vila do Conde. No resto do sector defensivo destaque para mais uma presença de Ricardo Pereira do FC Porto que se está a preparar para ser o melhor da época, na minha opinião. Jefferson faz a sua estreia num Sp. Braga que tarda a mostrar todo o potencial que parece ter na sua equipa. Os centrais são Luisão e Ruben Dias do SL Benfica que mostram o trabalho a que a defesa do Benfica foi sujeita num jogo no Estádio da Luz contra uma equipa que luta pela manutenção na nossa liga.

O meio campo é composto por Yebda e André Sousa, ambos do Belenenses, que tiveram um papel importante na vitória da sua equipa por 3-0 sobre o Moreirense (que levou ao despedimento do sempre interessante Manuel Machado). Yebda marcou um golo e fez uma assistência enquanto André Sousa, que actuou parte do jogo mais encostado ao corredor esquerdo, conseguiu 8 recuperações de bola, duas assistência, um passe para finalização e um remate enquadrado, sendo considerado por muitos o homem do jogo.

Nos corredores laterais do ataque temos os dois extremos do FC Porto Brahimi e Corona que sem impressionarem foram importantes para a vitória da sua equipa. Sobressaiu especialmente o Argelino de 27 anos que vem fazendo uma época impressionante e é, com Aboubakar, o principal responsável para a melhoria da equipa do FC Porto. Neste jogo fez um golo, uma assistência, um passe para finalização, dois remates enquadrados e sete dribles com sucesso. Mesmo defensivamente tem conseguido boas performances com várias recuperações de bola e neste caso a influência de Sérgio Conceição não pode ser menosprezada. No centro do ataque o senhor do costume (6ª presença em oito jornadas analisadas) - Jonas do SL Benfica - e a estreia de Rodrigo Pinho do Marítimo. Para Jonas já faltam palavras e sinto que me repito semana atrás de semana, desta vez o brasileiro fez o golo da vitória, dois passes para finalização, três remates enquadrados, um drible 29 passes em 34 (sempre perto da área o que torna tudo mais difícil). O avançado do Marítimo esteve mais comedido, mas fez um dos golos da sua equipa (o golo da jornada, digo eu!), dois remates enquadrados e um drible.


Reportar artigo?

Comentários


<- Voltar