Onde dá a Bola?

Artigo de Opinião

Quer escrever artigos de opinião? Contacte-nos aqui!.

Ranking Onde Bola 2017-2018 - jornada 16

Melhor Onze da jornada 16 da Liga NOS

Ranking Onde Bola 2017-2018 - jornada 16

Jornada 16, primeiro de 2018, terminada  na quinta-feira e com alteração pontual nos três de frente fruto do resultado do derby. O FC Porto ganhou com alguma dificuldade em Santa Maria da Feira e ficou à espera de saber quem perdia pontos. Perderam os dois e assim os dragões ficaram isolados no primeiro lugar com mais dois pontos que o Sporting CP e cinco que o SL Benfica. O facto de os três grandes terem passado por dificuldades é bem visível no onze da semana onde apenas militam Felipe que fez um excelente golo e Jonas que é... Jonas!

Na baliza, esta semana, estreia-se Filipe Mendes do Belenenses que aos 32 anos voltou a ser titular na primeiro divisão e foi importante para segurar o empate a zero em Portimão com 3 defesas e pode mesmo ter ganho o lugar por algum tempo.

No quarteto defensivo o Colombiano Víctor García de 23 anos que na época passada foi o melhor lateral direito fora dos grandes e que não fossem as lesões e estaria certamente num nível bem mais alto.

Os centrais são clientes habituais na equipa da semana e Marcelo, de quem falámos há dias, continua a mostrar que é um dos melhores da liga: 9 duelos, 5 recuperações, 2 intercepções e 2 desarmes em apenas 68 minutos quando foi substituído. Na esquerda a estreia do jovem Yuri Ribeiro de 20 anos emprestado pelo SL Benfica e que apesar de ter sido expulso aos 69 minutos esteve muito activo neste jogo: 7 duelos, 4 recuperações, 5 intercepções, 2 desarmes, 1 assistência, 3 passes para finalização, 1 dribles e 1 passe longo.

Os dois médios são repetentes e Yebda é neste momento o melhor médio defensivo da liga, à frente de William Carvalho, Danilo Pereira e Fejsa e isso é suficiente para se perceber a grandiosidade da época do Argelino. À sua frente surge Paulo Machado que sem brilhar conseguiu 11 recuperações de bola, 3 desarmes, 5 passes para finalização, 3 remates, 1 cruzamento (33%) e 6 passes longos (67%) em 83 minutos.

No ataque, os extremos são ambos do D. Chaves com Davidson a repetir o feito e o jovem emprestado pelo Sporting CP Matheus Pereira de 21 anos. Nenhum dos dois foi exuberante mas estiveram bem na excelente vitória do D. Chaves num campo dificílimo como é o do Marítimo. Finalmente o Chaves de Luis Castro a mostrar com pontos aquilo que vinha mostrando em qualidade de jogo e com isso os jogadores a aparecerem com mais facilidade nos melhores de cada semana. No eixo do ataque continua Jonas e aparece Guedes, pela primeira vez, que já leva quatro golos e é uma das figuras constantes no onze do muito interessante Rio Ave de Miguel Cardoso.


Reportar artigo?

Comentários


<- Voltar