Onde dá a Bola?

Artigo de Opinião

Quer escrever artigos de opinião? Contacte-nos aqui!.

Champions League 2017-2018 - Ranking Onde Bola

Quartos de final (2ª mão) - top 11

Champions League 2017-2018 - Ranking Onde Bola

Estão definidas as meias finais da Champions League de 2018 e o sorteio foi hoje efectuado. 

Há grande meia final entre Real Madrid e Bayern de Munique enquanto a segunda, entre Liverpool e Roma, parece ser o derrotado da final. 

No entanto se há competição que prova a dificuldade de fazer prognósticos no futebol é a Champions deste ano - Barcelona, Manchester City e Real Madrid são bons exemplo do que aconteceu e do que podia ter acontecido. Vamos ao onze da segunda mão dos quartos de final da prova.

Na baliza estreia-se o espanhol de 25 anos David Soria que, sendo suplente da sua equipa (pouco mais de 600 minutos esta temporada) atrás do internacional Sérgio Rico, fez uma exibição sem mácula e foi fundamental para o 0-0 da segunda mão. Neste jogo uma saída a punhos com sucesso, agarrou uma bola aérea, fez 6 defesas algumas delas com grau de dificuldade altíssimo e ainda 32 passes com sucesso sendo que prejudicou a sua exibição com 11 passes longos falhados. Nas laterais Carvajal e Marcelo são normais na equipa da semana e Lenglet, Francês de 22 anos do Sevilla também é repetente e vem fazendo uma época fantástica no clube andaluz e se prepara, aposto eu, para uma transferência milionária no próximo verão. Laporte, o basco que custou 65 milhões ao City, estreia-se na equipa da semana mesmo sem fazer uma grande exibição.

Os médios são N'Zonzi (estreia) e De Bruyne (o melhor jogador da europa, este ano). O Congolês do Sevilha foi pouco mais do que sofrível mas não deixa de ser o melhor. O Belga do City foi mais uma vez brilhante e ainda não o vi jogar mal desde que Guardiola tomou as rédeas do clube. Esta semana defensivamente fez 2 desarmes e 1 intercepção, recuperou 9 bolas e ganhou 11 duelos. Ofensivamente fez 2 passes para finalização, 2 remates, 4 dribles e 99 passes com sucesso (86% de sucesso).

No ataque, Lucas Vázquez e Leroy Sané foram os melhores nos corredores laterais mas fizeram exibições pouco mais do que sofrível. No centro do ataque regressa o monstro Cristiano Ronaldo que levou a equipa às costas para mais uma meia final e ainda Mandzukic que fez esta semana 2 golos, 1 passe para finalização, 3 remates, 1 cruzamento e 17 passes com sucesso, exibição esta que não foi suficiente para levar a Juventus à próxima fase da prova.


Reportar artigo?

Comentários


<- Voltar