Onde dá a Bola?

Artigo de Opinião

Quer escrever artigos de opinião? Contacte-nos aqui!.

Ranking Onde Bola 2017-2018 - jornada 31

Melhor Onze da jornada 31 da Liga NOS

Ranking Onde Bola 2017-2018 - jornada 31

Terminou a 31ª jornada da nossa liga e ficou tudo na mesma na frente. Os 4 da frente ganharam, com maior ou menos dificuldade, e isso manteve o FC Porto em primeiro com uma vantagem de 2 pontos para o SL Benfica, 5 para o Sporting e 8 do SC Braga. O primeiro classificado goleou em casa (e por isso tem 4 jogadores no 11 da semana) o Setúbal e recuperou o primeiro lugar que tinha sido recuperado no dia anterior pelo Benfica que ganhou no Estoril com dificuldades tremendas, conforme avançamos. Vamos à equipa da semana:

Na baliza regressa António Filipe com uma bela exibição. Já aqui o focámos o facto do Chaves de Luis Castro dividir a titularidade na baliza entre dois guarda-redes de forma bastante equitativa. Nesta semana foi o português de 33 anos a brilhar com 5 defesas de bom nível e 13 passes curtos com sucesso mas abusou do passe longo com 10 falhados (50%). No quarteto defensivo o destaque vai para os centrais Felipe e Mathieu (em apenas 45 minutos) com exibições excelentes e que já são habituais na equipa da semana. Os laterais são Patrick e Filipe Ferreira que com exibições mais medianas são os melhores da semana. Patrick foi um dos melhores laterais da época passada ao serviço do  Marítimo apesar de este ano ter sido pouco utilizado ao serviço dos sadinos.

Os médios são o estreante Stephen Eustáquio que aos 21 anos foi contratado pelo Chaves ao Leixões e estreia-se também na primeira liga esta época. Não foi uma exibição fulgurante do médio defensivo mas começa a ganhar o seu espaço na primeira divisão do nosso futebol e por isso temos mesmo que estar atentos a esta jovem promeça. Mais ofensivo regressa Zivkovic que já foi o melhor da semana como extremo e como médio ofensivo. É um craque, estava aos olhos de toda a gente, e precisava apenas de oportunidades para mostrar o talento. Não está no melhor modelo de jogo para potenciar a sua qualidade em posse, mas ainda assim dá gosto ver jogar. O facto de o Benfica ainda estar a disputar alguma coisa deve-se à qualidade dos jogadores que ano após ano vão entrando no seu plantel - Zivkovic é um bom exemplo disso. Esta semana destaca-se com uma assistência, 2 passes para finalização, 1 remate, 5 dribles, 1 cruzamento (33% de sucesso) e 76% de sucesso no passe.

Nos corredores laterais do ataque temos novamente Corona e Brahimi. O Argelino não foi propriamente brilhante mas ainda assim foi novamente o melhor da semana. Já o Mexicano Corona está de regresso às boas exibições, após alguns meses apagado, e esta semana conseguiu 1 golo, 3 dribles, 2 cruzamentos (100%) e 89% de sucesso no passe. No centro do ataque temos Luiz Phellype com 1 golo, mas o destaque  vai uma vez mais para Marega que esta semana contribuiu para a goleada da sua equipa com 1 golo, 1 assistência, 1 passe para finalização e 2 dribles. Já referi que não sou o maior fã de Marega e considero que beneficia bastante do facto do modelo de Sérgio Conceição priviligiar o confronto físico em detrimento das qualidades técnicas e decisionais. Marega é um monstro físico mas tem tremendas dificuldades no contacto com a bola e nas decisões com bola, ainda assim não podemos deixar de valorizar os números do Maliano esta época: 21 golos, 4 assistências e 17 passes para finalização. Estes números são interessantes e pode até acontecer que alguma equipa com orçamentos mais altos queira contratar o avançado africano (já se falou na Liga Inglesa) mas tenho a dizer que poder ser um erro de casting...


Reportar artigo?

Comentários


<- Voltar