Onde dá a Bola?

Artigo de Opinião

Quer escrever artigos de opinião? Contacte-nos aqui!.

Ranking Onde Bola 2017-2018 - jornada 32

Melhor Onze da jornada 32 da Liga NOS

Ranking Onde Bola 2017-2018 - jornada 32

A jornada 32 da nossa liga acabou por ser bastante mais decisiva do que se podia prever, especialmente porque foi o FC Porto, com o jogo mais difícil dos três, a ganhar uma vantagem que não vai perder até ao final do campeonato.

O FC Porto ganhou o seu jogo com dificuldade na Madeira com um golo de Marega, o Sporting ganhou com dificuldade em Portimão com mais uma exibição soberba de Bruno Fernandes e o SL Benfica perdeu, em casa, com o Tondela por 3-2 numa exibição deprimente a juntar ao resto da época já de si fraca.

Vamos aos melhores da semana, com destaque de vários jogadores do Sporting e Benfica, que vão disputar o clássico no próximo fim de semana:

Na baliza regressa Cássio, de quem já falámos diversas vezes, com mais uma exibição interessante, sobretudo do ponto de vista da construção. No quarteto defensivo temos a estreia de Rodrigo, Brasileiro de 25 anos, que esteve bastante bem na vitória contra o Estoril. No centro Ruben Dias e Bruno Viana são recorrentes e estão a fazer ambos belíssimas temporadas. O destaque do sector vai para Grimaldo que, mesmo quando a equipa não responde, mantém um nível exibicional altíssimo. Esta semana ganhou 13 duelos, fez 9 recuperações, 2 intercepções e 1 desarme e ainda 2 passes para finalização, 2 dribles, 1 cruzamento (20% de sucesso) e 85% de sucesso no passe. O Espanhol está claramente fora de água na ideia de jogo de Rui Vitória e se o Benfica chegou ao final da época na luta pelo título muito o deve a jogadores de grande qualidade como Grimaldo, Zivkovic e Jonas.

No meio campo temos Wakaso numa função mais defensiva e sem grande deslumbre a quem se junta o brilhante Bruno Fernandes que tem sido o melhor jogador da liga desde a primeira jornada (apenas Jonas poderia competir com o médio, mas esta lesão longa impede que se possa aproximar). Bruno Fernandes fez esta semana 8 recuperações, 2 intercepções, 4 desarmes e venceu ainda 16 duelos. Ofensivamente fez dois golos, quatro passes para finalização, quatro dribles, um cruzamento (25% de sucesso) e 65% de sucesso no passe, sempre em zonas adiantadas e com pouco espaço e tempo (e muitas pernas adversárias).

No ataque como extremos temos dois jogadores do Sporting: Gelson e Acuña. O Argentino não fez nada de excepcional mas foi o melhor enquanto Gelson continua a sua época de afirmação e pode estar mesmo na porta de saída, tal é a qualidade que vem evidenciando. No centro do ataque regressa o beatificado Marega cuja forma de jogar tem sido evidenciada por diversas vezes sobretudo porque as pessoas olham penas para os golos. É um facto que tem feito golos de forma constante e isso tem valor, mas daí a ver o Maliano como insubstituível (como aconteceu nos jogos com Belenenses e Paços) vai uma grande distância. A acompanhar o avançado do FC Porto temos Paulinho, do Braga, uma das revelações da época. O Português de 25 anos que na época passada jogava no Gil Vicente e que neste momento está à porta da selecção. Esta semana fez 1 golo, 3 passes para finalização, 4 remates enquadrados, 1 drible e 24 passes com sucesso.


Reportar artigo?

Comentários


<- Voltar