Onde dá a Bola?

Artigo de Opinião

Quer escrever artigos de opinião? Contacte-nos aqui!.

Liga NOS - Jornada 23

Crónica da 23ª Jornada da Liga NOS

Liga NOS - Jornada 23


A jornada 23 da Liga NOS foi uma verdadeira salada mista com todos os ingredientes que fazem do futebol emoção e uma paixão. Entre estádios cheios, estádios vazios, golos e casos, o Sporting ontem em Alvalade, derrotou o Boavista 2-0 respondendo da melhor forma às vitórias de Benfica 1-3 em Paços Ferreira e Porto 3-2 em casa perante o Moreirense, segurando a liderança.

A luta a três está cada vez mais ao rubro, com Sporting, Benfica e Porto a não desarmarem com o derby à porta. Destaque pela negativa para as equipas de arbitragem que em Paços Ferreira e no Dragão foram protagonistas pelas piores razões.

O futebol é golos, e esta jornada trouxe-nos jogos fantásticos como a vitória do Marítimo em Tondela (4-3), que afundou ainda mais equipa da casa na tabela classificativa, enquanto o Marítimo poderá agora respirar um pouco melhor. 

Na Pedreira, o empate no derby do Minho entre o Braga e o Guimarães (3-3). Este resultado veio demonstrar uma clara melhoria nos vimaranenses desde que Sérgio Conceição tomou conta da equipa, já Paulo Fonseca que mexeu na equipa depois da vitória na Suíça para a Liga Europa, perdeu dois pontos em casa.

Destaque para as vitórias de Arouca no Restelo e do Rio Ave em Coimbra ambas por 0-2, deixando as duas formações em luta por um lugar europeu.
Na Madeira, o União não foi além de um empate (1-1) na receção ao Estoril e continua a sua saga pela manutenção, tal como em Setúbal, o Vitória local não conseguiu levar de vencida o Nacional, onde o empate a uma bola espelha bem o jogo praticado e a divisão de pontos justa. 

Numa jornada em que os ataques levaram de vencida as defesas pelos 32 golos marcados, destaque também para a disciplina ou indisciplina como mostra os 6 cartões vermelhos mostrados pelas equipas de arbitragem.

Texto por Filipe Simões


Reportar artigo?

Comentários


<- Voltar