Onde dá a Bola?

Artigo de Opinião

Quer escrever artigos de opinião? Contacte-nos aqui!.

Mercado Transferências - Factos e Números

Sport Lisboa e Benfica

Mercado Transferências - Factos e Números

Terminado o mercado de transferências, vamos fazer um exercicio de como ficaram os clubes em relação à composição dos seus planteis, as contas das compras, das vendas e dos empréstimos, onde tudo somado dá muito milhão gasto e ganho.
Começamos pelo tricampeão nacional Sport Lisboa e Benfica.
Rafa Silva contratado ao Sp. Braga é cabeça de cartaz, custou 16,4 milhões euros e o jogador mais caro de sempre entre clubes portugueses, depois temos o investimento dos restantes 50% do passe de Raul Jimenez por 12 milhões euros e o acionar do direito de opção do passe definitivo de Mitroglou por 7 milhões euros. Só com estes 3 nomes, o investimento do clube encarnado já vai em 35,4 milhões euros, mas há mais.
Cervi por 5,6 milhões, Benitez por 3,3 milhões e Celis por 2,2 milhões são caras novas que chegaram á luz perfazendo um total de 11,1 milhões. A eles juntaram-se Andre Carrillo a custo zero vindo do Sporting, mas que custou aos cofres encarnados 5 milhões euros, tal como Zivkovic que também teve um prémio de assinatura de 5 milhões, por isso os custos zeros é sempre subjectivo.
A custo zero mesmo zero chegou Kalaica e Danilo emprestado pelos bracarenses.

Nota: O total de investimento do Benfica em contratações foi de 56,5 milhões euros, fora as comissões pagas aos empresários, mas isso são contas de outro rosário.

Em relação a vendas, o Benfica também esteve activo no mercado e conseguiu ver-se livre de muitos excedentários que nem Rui Vitória, nem Hélder Cristovão contavam e sendo assim entre vendas, empréstimos e dispensas definitivas vamos a contas.
Para Munique viajou Renato Sanches por 35 milhões euros que perante objectivos pode subir mais alto os números desta transferência. Quem saiu também da luz, foi Gaitan que deu um pulo até aos nuestros irmanos e foi para o Atlético Madrid por 25 milhões euros. Quem também deixou a luz a título definitivo foi Carcela, 3 milhões foi quanto o Granada pagou aos encarnados. Talisca emprestado ao Besiktas rendeu 2 milhões, Bebé rendeu 750 mil euros, Sidnei 6 milhoes, André Gomes que se transferiu do Valência para Barcelona rendeu 5 milhões, Rojas 800 mil euros e Durijic 500 mil euros. Quem nada rendeu foi outros jogadores que o Benfica emprestou, casos de Nuno Santos ao Setúbal, Farinas emprestado ao Asteras Tripolis e que ainda não tem qualquer minuto jogado com a camisola do Benfica, Jonathan Rodriguez emprestado ao Santos Laguna do México e Ola Johm emprestado ao Wolverhampton do segundo escalão inglês, Cristante emprestado ao Pescara, Victor Andrade emprestado ao 1860 Munique do segundo escalão alemão ou Marçal emprestado ao Guigamp de França.
Rui Fonte a titulo difinitivo deixou a Luz e foi para Braga, tal como Benitez inserido no negócio de Rafa...
A nivel da formação, o Benfica foi um ver se te havias e dispensou, emprestou muitos craques da formação a saber:
Bruno Varela e Fábio Cardoso desvincularam-se definitivamente e foram para o Setubal, João Teixeira de igual forma, mas assinou pelo Wolverhampton, João Nunes e Steven Vitória também foram a custo zero para a Polonia representar o Lechia Gdansk.
Dawidowicz no Bochum, Sancidino Silva para o Arouca, Raphael Guzzo para o Réus e Miguel Santos para o Port Vale também deixaram o Benfica a custo zero.

Nota: O Benfica lucrou com vendas e empréstimos o valor de 81,05 milhões de euros.


Quem ficou pela Luz foi mesmo Taarabt que o Benfica não se conseguiu libertar e ganha só 196 mil euros mensais e também a promessa holandesa Bilal Ould Chikh que se tarda a impor no plantel principal.

Nota: Neste mercado de transferências, o Benfica teve um lucro de 24,55 milhões euros.  


Filipe Simões

 


Reportar artigo?

Comentários


<- Voltar