Onde dá a Bola?

Artigo de Opinião

Quer escrever artigos de opinião? Contacte-nos aqui!.

Os homens do apito

Os mal amados do futebol...

Os homens do apito

 É certo e sabido que o árbitro é sempre o mau da fita, o mal amado seja para o clube pequeno ou para o clube grande quando a derrota acontece. É difícil de crer que uma equipa de arbitragem entre em campo já com instruções para beneficiar uma equipa e prejudicar a outra, mas ás vezes metem-se a jeito para todas as suspeições que acontecem no futebol português.

 No passado domingo, no Estádio da Luz, houve um grande espectáculo de futebol, emoção, golos, com mais de 63 mil espectadores, mas não podia deixar de haver polémica e no centro dessa mesma polémica, lá está, o árbitro.

 Perante as duas grandes penalidades que o Sporting se queixa, há quem tenha opiniões diferentes, entre ex árbitros, comentadores e até adeptos de várias cores. Na minha opinião sim, são penaltis e que me critiquem à vontade, porque se há lances que não deixam dúvidas é as mãos do Pizzi, que alguém argumenta que não foi intencional, mas meus amigos, existe algum jogador que faça penaltis para prejudicar a sua equipa? Com intenção? De propósito?

 Penso que não...

 Sendo assim qual foi o critério que utilizou Jorge Sousa? Só ele pode explicar...

 Estava bem posicionado, logo não pode alegar em sua defesa que não viu, ou então, maior cego é aquele que não quer ver.

 Mas não falemos só do derby do passado domingo, porque existem erros quase jornada a jornada, em todos os campos de futebol, logo é urgente tomar medidas.


 Costumo ver jogos ao vivo, mais jogos do Distrital e vê-se arbitragens horríveis, escandalosas, pois se árbitros profissionais fazem o que fazem, como é que se pode pedir mais a árbitros amadores dos campeonatos distritais por este país fora.

 Os exemplos partem de cima ou deviam vir de cima, mas ás vezes, o que vem lá do alto, é mais que um mal exemplo e como tal, o futebol nunca terá como protagonistas os verdadeiros artistas e únicos que deviam ser, os jogadores, pois haverá árbitros que intencionalmente ou acidentalmente, irão ser sempre protagonistas.

 Pena é que em Portugal se continue assobiar para o lado, e quem devia de querer pacificar o futebol, evoluir o futebol para novas tecnologias, na maioria das vezes se esconda e não dê a cara.

 Enquanto assim for, nunca acabará as polémicas do futebol português...

 

Filipe Simões

 


Reportar artigo?

Comentários


<- Voltar