Onde dá a Bola?

Artigo de Opinião

Quer escrever artigos de opinião? Contacte-nos aqui!.

Os melhores de 2017: Ranking "Onde dá a bola"

Defesa Central

Os melhores de 2017: Ranking "Onde dá a bola"


Hoje vou apresentar os números dos defesas centrais que jogaram na Primeira Liga 2016-17. O modelo mantém-se como já apresentei em posts anteriores e apresenta, como sempre, indicadores individuais da performance do jogador.

Link para tabela dinâmica

Aos 36 anos, Luisão consegue mais um excelente temporada ao serviço do Benfica. O melhor da Liga na performance individual, é obra! Equilibrado defensiva e ofensivamente fica com a melhor pontuação à frente de Felipe. O central do FC Porto, na sua primeira época na Europa consegue ainda assim uma performance brilhante e com caminho para melhorar, agora que conhece melhor a equipa e o campeonato. Tem mercado e a obrigação do FC Porto continuar a fazer milhões pode obrigar à saída. Seria uma perda tremenda para o FC Porto e para a nossa liga. Na terceira posição e um pouco mais abaixo que os dois anteriores em termos de pontuação temos Lindelof. Aos 22 anos conseguir ombrear com os dois craques anteriores diz bastantes do que vale (e do que pode ainda crescer) o central sueco, já transferido para o Manchester United de Mourinho. Na qualidade de passe é mesmo um dos melhores do campeonato português e com estes números era difícil que ficasse muito mais tempo por aqui. Fora do pódio dos defesas centrais, mas com uma prestação bastante boa, temos ainda Marcano do FC Porto, que fica atrás de Lindelof essencialmente porque perde na qualidade de passe (apesar de ter sido melhor do capítulo ofensivo). Realce mais uma vez para a ausência dos centrais do Sporting das primeiras posições do ranking (Coates é o melhor e aparece em 7º). Foi na defesa que residiu, na minha opinião, o principal problema do Sporting na época passada. Colectivamente tiveram problemas a proteger a sua última linha mas sobretudo porque individualmente a linha defensiva foi sempre muito inferior aos adversários directos.

Fora dos grandes destaco Marco Baixinho como a principal surpresa. No entanto não posso deixar de referenciar que Baxinho jogou parte da época como médio defensivo no Paços de Ferreira o que influencia muito a sua cotação ofensiva de passe, onde de facto se evidenciou em relação aos seus concorrentes. A seguir Roderick Miranda que aos 26 anos vive a melhor fase da sua carreira. Indiscutível de uma das melhores equipas desta temporada tem números bastante bons em quase todos os critérios, mas sobressai essencialmente no score ofensivo (3 golos, 2 assistências e 8 assistências tentadas) onde fez melhor do que muitos criativos, e no passe onde parece ter evoluído muito e atingido um patamar interessante. Estes números não passaram despercebidos ao Wolverhampton que já o contratou para a próxima temporada por 3 milhões de euros. Para terminar os destaques falta referir o outro central do Rio Ave, Marcelo. Aos 27 anos o Brasileiro é indiscutível na sua equipa há 4 temporadas e sempre com registos bastante interessantes. A qualidade de passe não engana e pode almejar algo mais para a sua carreira nos próximos anos.

Link para tabela dinâmica

Deixo-vos os detalhes para perceberem melhor onde se diferenciam cada um dos jogadores. Um parênteses para falar da pontuação dos cartões vermelhos. A maioria dos jogadores tem 4,5 (pontuação máxima neste caso) porque a grande maioria dos jogadores não recebeu cartões vermelhos esta época. Os jogadores que foram castigados com vermelho têm pontuações abaixo de 4,5.

De resto, Luisão pode melhorar com um ou dois golos na próxima época. Nos desarmes também pode melhorar mas eu sou da opinião que a pontuação é mais baixa porque Luisão está sempre bem posicionado e antecipa. Em vez de desarmes faz intercepções ou bloqueios. Felipe foi castigado especialmente pelos cartões amarelos e pode melhorar nessa capítulo. Foram várias as entradas mais ríspidas do Brasileiro que prejudicam a sua performance e a da sua equipa.


Texto por Telmo Frias


Reportar artigo?

Comentários


<- Voltar