Onde dá a Bola?

Artigo de Opinião

Quer escrever artigos de opinião? Contacte-nos aqui!.

José Mourinho: de quem é a culpa de tamanho desastre?

A defesa do indefensável

José Mourinho: de quem é a culpa de tamanho desastre?

Tenho lido alguns analistas (poucos é um facto) numa tentativa desesperada de defender José Mourinho e a prestação miserável que agora terminou em Manchester.

Um dos principais argumentos usados é a falta de qualidade do plantel e o parco investimento por parte da administração. Isto em comparação com os adversários, sobretudo o Manchester City e este ano também o Liverpool, por causa dos bons resultados claro.

Mourinho encontrou no United um plantel heterogéneo, é um facto, mas em que clube isso não acontece? Guardiola quando chegou ao City tinha o plantel que queria? Não, nem tem! Mas contratou sempre com um critério, com uma ideia. Nem sempre acertou, Danilo, Cláudio Bravo ou Nolito são exemplos de jogadores comprados por Guardiola que nunca foram opção válida, isso acontece em todo o lado. Mas o plantel do United é assim tão fraco? Vamos espreitar.

Na baliza não pode haver qualquer discussão, Mourinho teve um dos melhores do mundo desde o primeiro dia. Mesmo com o assédio do Real Madrid na primeira temporada, De Gea ficou e foi o melhor da liga duas épocas consecutivas. Salvou mesmo Mourinho de escândalos ainda maiores.

Na defesa foi talvez onde o treinador português sentiu mais dificuldades. Na direita teve Valencia que esteve sempre em bom nível, na esquerda Shaw, que após lesão demorada regressou bem e tem qualidade para equipa de top. As opções (Rojo, Blind ou Ashley Young) nunca foram mais valias, mas havia primeiras opções de qualidade. Dalot é fantástico mas teve o azar de se lesionar antes de começar a época. No centro faltava qualidade e Mourinho foi ao mercado:  Baily na primeira temporada (38 M) e Lindelof na segunda (35 M). Ambos tiveram dificuldades na primeira fase mas o Sueco é top. Havia ainda Smalling e Phil Jones como opção.

No meio campo entrou Pogba na primeira época, Matic na segunda e Fred na terceira. Se juntarmos a estes Carrick, Herrera, Mata ou mesmo Fellaini parece-me matéria prima mais do que suficiente para jogar com alguma qualidade no meio campo.

Falta o ataque onde entraram Zlatan e Mkhitarian na primeira época, Lukaku e Alexis Sánchez na segunda. Quando chegou já tinha Martial, Rooney, Rashford e Memphis Depay. Penso que a falta de soluções não pode ter sido no ataque...

Contei pelo menos 12 jogadores de top mundial e mais 10 de classe bastante alta e com créditos noutras equipas de alto nível. Se com este nível qualitativo não é possível jogar com qualidade então não sei quem consegue... O United é neste momento o plantel com a folha salarial mais alta da Premier League, isso quer dizer alguma coisa. Atenção que ainda não escrevi uma única palavra relacionada com o título, ninguém cobra ao português o título nem nada que se pareça! O City esteve sempre a um nível altíssimo e tem mais qualidade individual que o United, isso não está em questão. O que está em questão é a qualidade do jogo da equipa, a falta de uma ideia que se possa criticar ou elogiar. Desde que chegou a Old Trafford Mourinho não mostrou qualquer indício de querer jogar futebol. Limitou-se a tentar que os adversários não jogassem e mesmo isso sem grande sucesso.

Com isto tudo, o blog "lateral esquerdo" continua a tentar vender a ideia que Mourinho é o que tem menos culpa em todo o processo. Ou é facciosismo (já aconteceu), autismo (se calhar escolhiam outro assunto) ou desonestidade intelectual. Qualquer uma das opções é triste, num blog que já foi arrojado e que pensava diferente...


Reportar artigo?

Comentários


<- Voltar