Onde dá a Bola?

Artigo de Opinião

Quer escrever artigos de opinião? Contacte-nos aqui!.

Como está o novo Sporting CP

Liga NOS 2019-2020

Como está o novo Sporting CP

Falta revisitar o Sporting e as mudanças em relação à época mais turbulenta dos leões de Lisboa que ainda assim lhes trouxe dois troféus.

Keiser continua como treinador do Sporting, hoje menos consensual do que na época passada porque a equipa evoluiu pouco na forma de jogar, mas com a benesse de ser a sua primeira pré-epoca.

Sporting CP:

Da equipa mais utilizada na época passada apenas Gudelj saiu porque o empréstimo terminou. De resto saíram apenas emprestados ou jogadores nada utilizados por Keiser. Este facto parece ser importante para a estabilidade do plantel mas já sabemos que os clubes portugueses vivem muito das transferências dos seus jogadores e necessitam disso para sustentar as suas contas.

Na baliza Renan vai continuar como titular e Luis Maximiano como segunda opção. Diogo Sousa deve ser a terceira opção e deve fazer parte da equipa de sub-23. Viviano regressou de empréstimo mas parece que nem chega a treinar com a equipa principal e deve estar na porta de saída novamente.

No quarteto defensivo as novidades são Rosier e Neto. O Francês deve ser a escolha para a lateral direita quando recuperar da lesão, até lá parece que a posta vai para Thierry Correia, apesar de na pré-época Ilori ter jogado mais minutos nessa posição. Há ainda Ristovski para disputar o lugar mas também está lesionado. No centro parece-me que Keiser vai actuar em alguns jogos com 3 centrais mas normalmente jogará com 2, Mathieu e Coates, com Neto como solução. Na esquerda Acuña e Borja disputam um lugar que será mais vezes do Argentino, apesar das dificuldades a defender.

No meio campo Doumbia, Wendel e Bruno Fernandes partem na frente para formar o trio, quando Keiser optar pelo 4x3x3. Há ainda Eduardo que chegou do Belenenses, Miguel Luís e Daniel Bragança (que infelizmente não tem lugar garantido no plantel). Petkovic e Battaglia também fazem parte do plantel mas o primeiro deve ter poucos minutos este ano e o segundo ainda recupera de lesão prolongada pelo que deve estar pronto daqui a alguns meses.

No ataque os corredores laterais parecem ser de Rafinha e Vietto (com grande propensão para zonas interiores) com Diaby, Rafael Camanho (chegou do Liverpool mas tem 19 anos) Jovane Cabral e Gonzalo Plata (após belíssimo mundial sub-20 pelo Equador) à espera de oportunidades. Matheus Pereira não jogou na pré-época e deve estar de saída novamente, sem ter oportunidades para provar o valor que tem (bem maior que o de Diaby ou Jovane Cabral por exemplo). No centro do ataque Bas Dost deve ser a escolha com Luiz Phellype a espreitar um lugar no onze após final de época bastante competente.

Em suma, a equipa é um pouco melhor que o ano passado com Vietto e Neto a trazer alguma qualidade em relação a Diaby e André Pinto, mas ainda assim áquem dos adversários directos na luta pelo título.

A época começou mal com uma derrota por 5 a 0 frente ao Benfica para a Supertaça, vamos ver se a equipa se levanta e consegue começar o campeonato com vitórias, ou é afetada por este deslize.


Reportar artigo?

Comentários


<- Voltar