Onde dá a Bola?

Artigo de Opinião

Quer escrever artigos de opinião? Contacte-nos aqui!.

Toupeiras e Toupeiras, SA

Praga sem fim no futebol Português...

Toupeiras e Toupeiras, SA

Toupeira, parte I

  Uma praga sem fim à vista, onde quando parece tudo calmo, tranquilo no futebol português, mais casos atrás de casos. A propósito das queixas do Benfica sobre o conteúdo que o árbitro Tiago Martins escreveu no relatório após o jogo Benfica vs Setúbal, pouco à dizer. As queixas dos encarnados são sobre a falsificação do relatório por parte do árbitro sobre uma eventual agressão de que foi alvo e que lhe provocou um hematoma, devido a uma moeda de 5 cêntimos.

  Sobre isto pouco podemos dizer, os árbitro escrevem o que entenderem, enviam para a Liga e ponto final, depois os clubes podem pedir esse mesmo relatório segundo os estatutos da mesma Liga e aprovados pelos clubes. Segundo esses mesmos estatutos, esses relatórios são disponibilizados aos clubes que os solicitarem na quarta feira seguinte após o fecho de cada jornada e é aqui que entra mais um Toupeira.

Como é que o Benfica sabe o que escreveu no relatório o árbitro Tiago Martins antes da tal quarta feira e como teve acesso ao mesmo?

  Das duas uma...

  Ou foi o próprio árbitro Tiago Martins que disponibilizou uma cópia desse relatório ao Benfica, o que seria de uma gravidade extrema e pouco credível, ou então, existe uma Toupeira dentro da Liga nos quadros do Conselho de Arbitragem e de Disciplina que fornece ao Benfica os relatórios antes da data prevista por lei nos estatutos da Liga de Clubes, o que é também de uma gravidade extrema e que devia ser investigado pelas autoridades competentes.

  É aqui que se verifica a mentira que é o futebol português, onde a vigarice impera e a falta de vergonha não tem fim à vista, quando se apela à pacificação do futebol português, assim é impossível.

Toupeira, parte II

  ANTF, Associação Nacional de Treinadores Futebol, devia defender os seus associados na praça pública e não atacá-los como fizeram o seu Presidente, o Sr. José Pereira na comunicação social e Cláudio Saúde Vice Presidente da ANTF nas redes sociais.

  Jorge Silas é um jovem treinador em começo de carreira, promissor e que devia merecer o apoio da Associação que o devia defender, mas o vem atacar, e a quem lhe deu emprego.

  Sei que isto acontece, porque Silas foi para o Sporting e deixo as minhas dúvidas se a ANTF teria esta postura, caso Silas fosse treinador de Porto e Benfica, basta para isso visitar as redes sociais dos ditos dirigentes da Associação Nacional de Treinadores Futebol para ver a sua preferência clubista.

  Como o próprio Silas disse em conferência de imprensa, é sócio com quotas pagas da ANTF e merecia mais respeito. Mas este é um caso que não termina aqui, Sporting e ANTF trocam comunicados na praça pública e o clube de Alvalade avança mesmo para uma exposição à Liga de Clubes para saber qual a legalidade da ANTF no futebol português e no poder que têm de legalizar os treinadores de futebol, já que são uma entidade que não dá cursos de treinadores por não estar habilitada para tal, logo não poderiam aprovar as habilitações dos treinadores de futebol em Portugal.

  Tem a palavra a Liga de Clubes e a Federação Portuguesa de Futebol, já que depois do caso Ruben Amorim, aí a ANTF teve uma postura diferente e defendeu o treinador, agora vem agir em relação a Silas de forma totalmente oposta, o que para uma associação que quer credibilidade não fica nada bem.

Filipe Simões


Reportar artigo?

Comentários


<- Voltar