Onde dá a Bola?

Artigo de Opinião

Quer escrever artigos de opinião? Contacte-nos aqui!.

Flamengo aos pés de Jesus

Vitória deixa os rubros negros à beira do título...

Flamengo aos pés de Jesus

 Jorge Jesus tem a nação rubro negra a seus pés e o título no Brasileirão está cada vez mais perto.

  A vitória de domingo no difícil terreno do Grémio por uma bola a zero e o empate do Palmeiras fora de portas na visita ao campo do Baía, deixou as portas do título escancaradas. 

  O técnico português que sem contar com os castigados Bruno Henriques, Arão e Gerson, ainda se deu ao luxo de jogar com as segundas escolhas, poupando para o jogo de hoje o quarteto defensivo Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marin e Felipe Luíz, no meio campo sem o capitão Everton Ribeiro e ainda sem Vitinho, esperava-se muitas dificuldades para o Flamengo.

  Só que as segundas escolhas também são escolhas e deram conta do recado, embora fisicamente não aguento o ritmo imposto pelos jogadores da casa.

  Diego Alves foi sempre um guarda redes atento que oferecia confiança aos seus colegas da defesa, lá na frente Gabi Gol era sempre um perigo para o último reduto do Grémio, que também não podia facilitar perante a qualidade de Diego e Arrascaeta.

  O golo da vitória surge da transformação de uma grande penalidade convertida por Gabriel Barbosa, que na hora H não tremeu. Mas o Grémio nunca virou a cara à luta e tudo fez para chegar ao golo, mas a teia montada por Jorge Jesus tirou protagonismo aos jogadores mais influentes da equipa de Renato Gaúcho.

  O mais inconformado do Grémio era mesmo Maicon, o médio centro, recuperava bolas, lançava os colegas e ainda tentava o golo através de remates de meia distância. Diego Tardelli, Luciano ou Everton nunca conseguiram superiorizar-se à bem organizada equipa do Flamengo.

  Nem a expulsão justa e ridícula de Gabibol estragou a concentração dos seus colegas, mas obrigou-os a um esforço suplementar, mas no fim, o marcador não sofreu alteração, vitória do Flamengo.

  A forma como Jorge Jesus foi recebido no balneário pelos jogadores e dirigentes do Flamengo mostra bem do espírito que se vive na nação rubro negra e assim, os adeptos do Flamengo correm o risco de no próximo fim de semana de festejar dois títulos, basta para isso vencerem o River Plate na final da Libertadores e que o Palmeiras não vença em casa o Grémio no próximo jogo.

  Via aberta para as conquistas do Flamengo e do nosso Jorge Jesus. 

  Filipe Simões


Reportar artigo?

Comentários


<- Voltar