OndeBola - Onde dá a Bola?

Artigo de Opinião

Quer escrever artigos de opinião? Contacte-nos aqui!.

Liga NOS - 13ª Jornada

Porto escorrega, Benfica aproveita, Braga tropeça, Famalicão perde gás e Sporting volta aos triunfos...

Liga NOS - 13ª Jornada

 Esta jornada que hoje terminou com a vitória do Rio Ave em Vila do Conde perante um bom Gil Vicente que só de penalti caiu ante a formação da casa. Frente a frente dois treinadores de qualidade do futebol português, com Carlos Carvalhal a sorrir no fim, mas Vitor Oliveira a provar que este Gil Vicente irá vender cara as derrotas seja contra quem for.

 No Estádio do Bessa, na passada sexta feira, a vitória clara do Benfica (1-4) frente ao Boavista abriu as hostilidades para mais um fim de semana de futebol em Portugal. Golos, espectáculo, emoção e claro, casos de arbitragem não podiam faltar.
 O Benfica venceu sem espinhas e cimentou a liderança no campeonato aumentando a vantagem em relação ao Porto que no Jamor patinou e escorregou diante um Belenenses aguerrido. Os portistas podiam mesmo ter perdido e isso não escandalizava ninguém, pois as melhores oportunidades até foram do Belém.

 Quem está a perder gás é o surpreendente Famalicão que sofre a segunda derrota consecutiva e vê o Sporting aproximar-se na luta pelo terceiro posto da tabela. A jogar em casa, a formação do Fama como é conhecida não conseguiu superiorizar-se perante um Tondela que está em clara ascensão nesta Liga.

 Em Alvalade, um bom Sporting sofreu para vencer um bem organizado Moreirense, onde perante tanta oportunidade, só por uma vez a bola entrou a contar na baliza adversária. Com um Bruno Fernandes sem chama, foi de Mathieu a assistência para o único golo da partida apontado por Luiz Philipe e que deu os 3 pontos aos homens de Silas.

 Na luta do Minho, o Guimarães recebeu e venceu os algarvios do Portimonense por duas bolas a zero e chega ao quarto lugar da classificação, aproveitando a derrota do rival Braga por 1-0 no terreno do lanterna vermelha Aves.

 Os pupilos de Sá Pinto alternam o bom da UEFA com o mau no campeonato e com isso sorriu Ivo Vieira e o seu Guimarães, que assim estão na frente neste duelo minhoto.

 Na Mata Real, capital do móvel, foi o Setúbal a sorrir com a vitória fora de casa. Ambos os conjuntos mudaram de treinador, mas curiosamente o setubalenses têm tido mais razões para festejar do que os pacenses.

 A vitória por 3-2 dos homens do Sado a respirar melhor na classificação e o Paços de Ferreira abaixo da linha de água e com o Aves já ali perto a morder os calcanhares.

 Na Madeira, no encontro que marcava o duelo de Ilhas, a divisão de pontos foi o melhor que se conseguiu e no Estádio dos Barreiros, Marítimo e Santa Clara empataram a dois golos. Num jogo com alternância no marcador, nenhuma das equipas se superaram uma à outra, com este resultado fica tudo na mesma na classificação geral.

 Foi uma jornada em que o Benfica aumentou a vantagem sobre o Porto e continua a sua caminhada rumo ao título apesar das palavras de Sérgio Conceição que dá como garantido a conquista do título do Porto. Na luta pela Europa, Famalicão, Sporting, Guimarães e Braga vão lutar pelas outras três vagas.

 No fundo da tabela, vida complicada para Aves e Paços de Ferreira que já vêm o fosso aumentar e a distância daqueles que estão acima da linha de água, neste caso o Portimonense e o Marítimo.

 Filipe Simões


Reportar artigo?

Comentários


<- Voltar