Onde dá a Bola?

Artigo de Opinião

Quer escrever artigos de opinião? Contacte-nos aqui!.

Rescaldo Europeu

Portugal fica com 4 equipas na Liga Europa

Rescaldo Europeu

 A semana Europeia foi positiva e acabou com chave de ouro perante a conjugação dos resultados verificados, onde nem a derrota do Sporting ofuscou a brilhante jornada e suas consequências para o ranking de Portugal na UEFA.

 E porque os últimos são os primeiros, uma palavra fantástica para o Vitória Sport Clube de Guimarães que acaba a sua época nas competições europeias com uma brilhante vitória na Alemanha, diante o Frankfurt dos portugueses André Silva, Gonçalo Paciência e do nosso conhecido Bas Dost. Apesar do último lugar no grupo, que era o mais complicado, os vimaranenses praticaram um futebol agradável, onde com um pouco mais de sorte e felicidade, podia até ter passado à próxima fase.

 Foi pena os empates em casa com o Standart Liége e Arsenal e aquela derrota em Londres mesmo nos últimos segundos, que se houvesse justiça, o Vitória podia muito bem ser a quinta equipa portuguesa ainda em competição na Liga Europa.

 Em Alvalade, vive-se dias de tempestade, onde nem quando o sol brilha o ambiente fica mais alegre e é uma constante guerrilha interna que não permite o clube ter estabilidade e finalmente ter alguma regularidade. Com adeptos assim, mais valia jogar sempre à porta fechada.

 O Sporting de Silas, versão segunda linha, foi até à Áustria cumprir calendário pois o apuramento estava garantido, pese embora estivesse ainda em discussão o primeiro lugar do grupo. Para o técnico português, isso era secundário e apresentou um onze sem Bruno Fernandes, Acuna, Mathieu, Wendell e com muitos jovens no onze, casos de Rodrigo Fernandes, Miguel Luís, Camacho ou o goleador dos Sub-23, Pedro Mendes.
 Foi um jogo agridoce para os miúdos e para o experiente Renan que foi expulso e obrigou o Sporting jogar mais de 60 minutos com menos um jogador em campo, pelo que a derrota pesada por 3-0 não surpreende ninguém.
 O Sporting que já tinha assegurado o apuramento, fica assim em segundo no grupo, mas no sorteio não será cabeça de série.

 O Benfica decepcionou mais uma vez na Champions, mas na recta final consegue o apuramento para a Liga Europa, é uma espécie de prémio de consolação ou seja, menos mal. Num grupo acessível, onde os encarnados tinham a obrigação de fazer mais e melhor, ficar em terceiro é melhor que ficar em quarto e cair para a Liga dos Pobres é melhor que ficar fora das provas europeias.
 A vitória do Benfica sobre o Zenit foi feliz e muito boa para Portugal, onde amealhou mais uns milhões e também deixou fora da Europa os campeões russos e assim a Rússia fica sem clubes nas provas europeias daqui para a frente. É caso para dizer, onde andou este Benfica nos jogos anteriores?
 Na Liga Europa, o Benfica será cabeça de série e com isso tem por obrigação fazer mais e melhor do que fez na Liga dos Campeões e caso Lage aposte nesta competição, o Benfica das equipas portuguesas, é que tem melhores condições para chegar à final, seja pela qualidade como pela quantidade do seu plantel.

 Finalmente o Porto e Braga... Os arsenalistas já tinham assegurado o apuramento, os portistas não, ambos podiam ficar em primeiro lugar nos respectivos grupos ou em segundo ou até no caso do Porto, ficar fora da Europa. Quis a sorte, a competência e a felicidade que ambas as formações portuguesas vencessem os seus jogos e que jogos! Fartura de golos para todos os gostos.
 No Dragão foram cinco, em Bratislava foram seis e com isso, Porto e Braga venceram os respectivos grupos e serão cabeças de série no sorteio da próxima segunda feira.
 Excelente campanha do Braga europeu, num grupo onde teoricamente o Wolves de Rui Patrício, João Moutinho, Diogo Jota e Ruben Neves eras favoritos e até mesmo os turcos do Besiktas, foi o Braga que foi mais forte e foi um justo vencedor. Menos brilhante foi a prestação do Porto, onde só conseguiu o apuramento e a liderança do grupo sobre a linha de meta, mas o importante não é como começa, mas sim com acaba.

 No que diz respeito ao Ranking Europeu, a Rússia deixou de ter participantes nas competições europeias esta época, Portugal ainda terá quatro equipas e com isso, fortes possibilidades de aumentar a distância pontual para os Russos e aproximar-se dos Franceses, é que assim como não quer a coisa, a França só tem um representante, o colosso PSG e Portugal terá ainda Benfica, Porto, Sporting e Braga, já a Rússia começou com Zenit, Lokomotiv Moscovo, CSKA Moscovo, Krasnodar, Spartak Moscovo e o Arsenal Tula, agora não terá qualquer representante.
 Isto é o futebol português a mostrar que também tem qualidade e se as equipas assim o quiserem e investirem, ainda podem fazer muito mais por essa Europa fora.


 Filipe Simões


Reportar artigo?

Comentários


<- Voltar