OndeBola - Onde dá a Bola?

Artigo de Opinião

Quer escrever artigos de opinião? Contacte-nos aqui!.

Sporting perde novamente na FIFA

Depois da Doyen, Rúben Ribeiro, agora foi Rafael Leão...

Sporting perde novamente na FIFA

 O Sporting Clube de Portugal recebeu mais uma má notícia, a derrota na FIFA do processo que o clube leonino meteu contra Rafael Leão, por este ter rescindido contrato com os leões. Segundo Bruno Carvalho, Presidente do Sporting à data dos acontecimentos na Academia de Alcochete, nenhum dos jogadores teria justa causa para rescindir e tinha a certeza que iriam perder em tribunal e na FiFA.

 No entanto, quase dois anos depois do dia mais negro da história do Sporting, os leões vêm a FIFA a não dar razão ao clube leonino, ou seja, Rúben Ribeiro e Rafael Leão não terão de indemnizar o Sporting. É mais um revés nas finanças do clube que contavam pelo menos vencer o caso com o actual jogador do Milan, já que este durante o ataque fazia parte da equipa B do Sporting, apesar de chamado várias vezes à equipa principal por Jorge Jesus e também por não estar no balneário na altura que os seus colegas foram agredidos.

 Felizmente para os leões, o actual Presidente do clube, Frederico Varandas conseguiu e em boa hora, chegar acordo com Rui Patrício e com o Wolves, recebendo 14 milhões, com Gelson Martins e Atlético Madrid recebendo 22,5 milhões, com Podence e Olimpyakos recebendo 7 milhões, isto depois de Sousa Cintra já ter negociado William Carvalho com o Bétis por 16 milhões.

 Ficou provado que a certeza de Bruno Carvalho era errada e que tal como no caso Doyen, o Sporting iria perder todos os casos das rescisões. Jogou pelo seguro Frederico Varandas que no total e depois dos regressos de Battaglia, Bruno Fernandes e Bas Dost, os últimos dois já transferidos para Inglaterra e Alemanha, um por 55 milhões e o outro por 9 milhões, caso não tivessem voltado ao clube, nem chegado à acordo, o prejuízo financeiro seria enorme.

 Mesmo assim, existe uma minoria de adeptos que ainda não perceberam o que aconteceu na Academia e as consequências graves daqueles acontecimentos, pelo que continuam constantemente a provocar mau ambiente nos jogos do clube, desacatos e afastando os verdadeiros sportinguistas do Estádio.

 Falta ainda o TAD, Tribunal Arbitral do Desporto se pronunciar, mas geralmente este orgão nunca vai contra a decisão da FIFA, orgão máximo do futebol mundial, pelo que não é provável que aconteça uma decisão diferente neste caso.

 O Sporting Clube Portugal, no entanto, já pediu à FIFA os fundamentos para a decisão tomada, para serem analizados e naturalmente os leões recorrerem da decisão.


Reportar artigo?

Comentários


<- Voltar