OndeBola - Onde dá a Bola?

Artigo de Opinião

Quer escrever artigos de opinião? Contacte-nos aqui!.

Porto apura-se para os Oitavos de Final da Champions

Um pontinho igual a 9 milhões nos cofres dos Dragões...

Porto apura-se para os Oitavos de Final da Champions

O Porto empatou com o Manchester City e conseguiu o apuramento para os oitavos de final da Liga dos Campeões, arrecadando perto de 9 milhões que tanto jeito vão dar para as finanças do clube.

Depois do bate boca do primeiro jogo entre Sérgio Conceição e Guardiola, a saga continuou neste segundo jogo e no fim ficam os dois satisfeitos com o pontinho conquistado.

O treinador espanhol já tinha o apuramento garantido e só lhe interessava o primeiro lugar do grupo, enquanto Sérgio Conceição queria também hoje garantir o apuramento e contava com uma ajuda do Marselha, que no fundo nem foi preciso.

Foi um Manchester City de segunda linha que se apresentou no relvado do Dragão, apesar das poupanças feitas por Guardiola, os ingleses estiveram sempre por cima do jogo e mais perto da vitória.
Foi um jogo quase de sentido único apesar de jogar sem Aguero, Stones, Walker, Gundogan, Kevin de Bruyne, Mendy ou Riyd Mahrez e utilizando no segundo tempo Gabriel Jesus, o banco de Guardiola era quase mais valioso que o próprio 11 titular apresentado pelo técnico espanhol.

Indiferente a isso, Sérgio Conceição também apresentou algumas surpresas no onze, apresentando uma defesa a três com Mbemba, Diogo Leite e Sarr, jogando com dois laterais a fazerem todo o corredor, Zaidou na esquerda e Manafá à direita. A surpresa maior foi Luiz Diaz no banco, depois de ter sido o herói nos Açores. Num jogo em que os portistas apesar de esforçados pouco perigo criaram junto da baliza de Ederson, foi o guarda redes portista o homem do jogo, Marchesín defendeu tudo o que havia para defender e foi por ele que o Porto ficou com a baliza a zeros.
No ataque, nem Marega, nem Corona provocaram danos no último reduto do City cujo o patrão da defesa foi Ruben Dias que tapou o caminho para a sua baliza e ainda teve perto de fazer golo, falhando incrivelmente com a baliza à sua mercê.

Em relação aos portugueses, o destaque vai para o facto de o Manchester City ter apresentado em campo mais portugueses que o próprio Porto, que no onze apresentou apenas Sérgio Oliveira e Diogo Leite, ao passo que os ingleses alinharam com João Cancelo, Bernardo Silva e Ruben Dias.

O Porto chega ao fim desta fase de grupos com o apuramento garantido a uma jornada do fim e vai querer na Grécia terminar com chave de ouro conquistando os 3 pontos e os milhões da vitória. 

Com esta vitória do Porto e a derrota do Lokomotiv Moscovo, no ranking europeu, Portugal volta afastar-se da Rússia, permitindo que nas próximas duas épocas, Portugal continue a colocar duas equipas diretamente na fase de grupos da Liga dos Campeões e uma outra na 3ª pré eliminatória. Importante seria também na próxima quinta feira, na Liga Europa, o Benfica e o Braga obter duas vitórias e somar mais pontos para Portugal, que assim não só se afasta da Rússia como se aproxima da França. 

Filipe Simões


Reportar artigo?

Comentários


<- Voltar